Quando procurar a psicoterapia?

 

Todas as pessoas em algum momento da vida se deparam com situações difíceis e desencadeadoras de angústias, mas por falta de informação ou preconceito acabam não procurando ajuda de um profissional qualificado, sofrendo sozinhas sem conseguir lidar de forma saudável com suas dificuldades.

 

O preconceito ainda está muito presente quando o assunto é fazer psicoterapia, resultando na conservação de posturas defensivas frente a esta importante alternativa de tratamento.

 

São diversas as fantasias que permeiam o imaginário de algumas pessoas, como por exemplo: acreditar que o psicólogo poderá descobrir todos os seus segredos,  achar que não é possível falar sobre seus sentimentos com uma pessoa desconhecida  (no caso com o psicoterapeuta), acreditar que seu problema não tem solução e que ninguém poderá ajudar ou imaginar o que as pessoas vão pensar se souberem que procurou ajuda de um psicólogo.

 

A psicóloga é uma profissional especializada que ajudará no enfrentamento de dificuldades que por algum motivo você não está conseguindo lidar sozinho, como uma facilitadora que auxilia o indivíduo a encontrar suas próprias respostas. Será uma espécie de companheira numa difícil caminhada que terá de fazer em determinado momento de sua vida. Trata-se ainda de um espaço sigiloso, acolhedor e protegido, capaz de trazer benefícios ao atendido por meio da escuta, do diálogo e da reflexão.

 

Na psicoterapia as sessões são regulares, sendo geralmente uma vez por semana. A duração total do processo terapêutico e os resultados da psicoterapia dependem tanto das questões que serão trabalhadas, quanto o nível de motivação do paciente em relação à terapia, ou seja, dependerá muito da participação do atendido.

 

A procura pela Psicoterapia pode ser realizada em algumas situações como:

 

  • Quando por qualquer razão a pessoa não está satisfeita com o andamento de sua vida, surgindo de maneira persistente um desconforto emocional que gera sentimentos de angústia, tristeza, ansiedade e confusão. A dificuldade de lidar com estes sentimento começa a prejudicar o equilíbrio em qualquer esfera, seja ela pessoal, familiar ou profissional, podendo levar ao quadro de depressão.

 

  •  A ocorrência de mudanças ou fatos que gera desequilíbrio emocional, como por exemplo o luto pela perda de um ente querido, término de um relacionamento amoroso, perda do emprego, entre outros.

 

  • Quando lentamente a pessoa começa se dar conta que é importante ter um maior conhecimento de si própria por acreditar que conflitos internos ou traumas antigos não lhe permitem viver como deseja.

 

 

A Psicoterapia permite à pessoa conhecer mais si mesma e adquirir uma maior compreensão dos seus sentimentos, possibilitando-a observar as situações de uma forma diferente, o que contribuiu para que possa fazer melhores escolhas. Lembrando ainda, na medida em que a pessoa aprende o que os sintomas têm a lhe ensinar, estes tendem a desaparecer ao longo do processo psicoterapêutico.

 

Please reload

Saiba Mais Sobre

Exigir muito de si mesmo

1/10
Please reload

 Dicas e Tratamentos
Please reload