Como lidar com o ciúme

O ciúme é um sentimento conhecido e vivenciado cotidianamente por milhares de pessoas em seus relacionamentos amorosos. Este sentimento pode ser compreendido basicamente como uma ameaça ao relacionamento, normalmente vem acompanhado do medo, real ou não, de perder o parceiro e pode afetar tanto mulheres quanto homens.  Trata-se de um sentimento que todas as pessoas em algum momento de suas vidas sentirá, podendo haver uma oscilação no que se refere ao tipo e grau de intensidade do ciúme.

 

Algumas pessoas compreendem o ciúme como uma maneira de cuidar e zelar pelo relacionamento, provando seu amor e valorizando o parceiro. Para outros, este é um sentimento que demonstra fragilidade emocional e baixa autoestima.

 

Para a Psicologia Junguiana, a psique é bipolar, podendo ser direcionada para o Bem ou para o Mal. Quando nos referimos ao ciúme, é importante ressaltá-lo como um sentimento natural que contribui para estruturar a psique de uma maneira saudável na medida em que propicia o zelo e respeito dentro da união do casal, mas quando não compreendido ou é vivenciado de forma exacerbada, pode ser tornar um sentimento destrutivo, que é o ciúme patológico.

 

Quando o ciúme torna-se patológico, pode causar o adoecimento da relação entre o casal, trazendo uma relação de dependência que poderá resultar em persecutoriedade, invasão de privacidade, agressividade, sentimento de pose e abusos. Em muitos casos as pessoas podem se anular a fim de se adequar as expectativas do parceiro, implicando em sofrimento intenso para os envolvidos na relação amorosa.

 

A falta de diálogo entre o casal estimula uma série de desentendimentos, podendo ampliar a desconfiança e dar margem às fantasias, tornando a relação improdutiva, possessiva e desvatadora. É importante compreender que a busca por um profissional poderá ajudar na superação da crise vivenciada pelo casal, pois o ciúme nunca está sozinho como sentimento. Na verdade, desencadeia uma série de outros sentimentos como o medo, a ansiedade, a angústia, a raiva e a tristeza que muitas vezes acabam por destruir o vínculo amoroso.

 

Assim, com o auxilio da psicoterapia, a pessoa que sente ciúme ou seu parceiro são estimulados a elaborar tal sentimento a favor de si mesmo e da relação amorosa, em busca de menos desavenças e mais satisfação.

Please reload

Saiba Mais Sobre

Exigir muito de si mesmo

1/10
Please reload

 Dicas e Tratamentos
Please reload